Perfil

Coragem e ousadia para mudar

Andrés Sanchez foi presidente do Corinthians entre 2007 e 2011. Além da importante reformulação que promoveu no clube paulista, resgatando sua credibilidade perante torcedores e sociedade, também foi responsável pela construção da Arena que foi palco da abertura da Copa do Mundo no Brasil.

Desde muito cedo, aprendeu a dar valor ao trabalho. Aos 14 anos, ao lado dos pais, já era feirante no Sacolão do Ceasa. Teve o primeiro registro em carteira aos 18 anos, na Distribuidora de Frutas Sanchez, no Mercadão Municipal de São Paulo.

Andrés dirigiu uma empresa de embalagens plásticas por mais de 15 anos. O empreendimento foi crescendo e tornou-se um dos líderes no mercado. Em 2001, participou da fundação do Instituto Sol, que desenvolveu projetos sociais com comunidades carentes.

Sempre muito ligado ao esporte, Andrés realizou diversos trabalhos como diretor no Corinthians, especialmente com as categorias de base. Mas, foi na presidência, a partir de 2007, que ele mostrou toda sua capacidade de gestão e transformou a história do clube.

Andrés assumiu o Corinthians em uma das suas piores crises esportivas e administrativas. Com trabalho sério de reestruturação, o clube, que chegou a ser rebaixado, em menos de um ano retornou à elite do futebol brasileiro com a conquista de vários títulos e com a sua autoestima resgatada. Em sua gestão, Andrés ainda aprovou o novo estatuto para eleição direta e acabando com a reeleição presidencial.

Mas a coroação de todo o trabalho e planejamento realizado por Andrés veio depois, em 2012, com a conquista dos sonhados títulos “Libertadores” e “Campeonato Mundial”.

E as conquistas não pararam por aí. Em 2014, Andrés inaugurou a Arena Corinthians, um grande sonho dos milhões de torcedores do time paulista e um importante projeto de desenvolvimento para Itaquera e toda a Zona Leste, uma das regiões mais carentes de São Paulo.

Uma trajetória marcada pelas lutas e tantas vitórias. Alguém que não tem medo de enfrentar o que está errado. Esse é Andrés Sanchez. Coragem, sinceridade e ousadia são as marcas que levará para a Câmara Federal.

Google+